Home / Sustentabilidade / Artigos / O Planejamento Estratégico do CECAFÉ 2019-2021: O Pilar de Responsabilidade Social e Sustentabilidade

O Planejamento Estratégico do CECAFÉ 2019-2021: O Pilar de Responsabilidade Social e Sustentabilidade

Desde 1999, o CECAFÉ atua com êxito na representação e na defesa dos interesses dos exportadores de café. De maneira eficaz, dinâmica e contextualizada, o CECAFÉ vem buscando participar ativamente das discussões nacionais e globais sobre os principais temas que afetam o setor.

No Planejamento Estratégico do CECAFÉ, criado para o triênio 2016-2018, a entidade redefiniu os pilares estratégicos, missão, visão e valores, bem como o fortalecimento dos Programas e Iniciativas implementadas no período. Notadamente, os debates realizados deram ênfase nas ações para promover a sustentabilidade do café brasileiro.

No segundo semestre do ano corrente, o CECAFÉ se prepara para a elaboração do Planejamento Estratégico para o triênio 2019-2021, por meio do debate e envolvimento dos Comitês Consultivos e do Conselho Deliberativo.

No âmbito do Pilar Responsabilidade Social e Sustentabilidade, é importante destacar que diversas ações e programas foram recentemente deliberadas pelo Conselho do CECAFÉ e que estarão presentes nos debates do Planejamento, apresentados a seguir:

 

Programa Produtor Informado

O Programa Produtor Informado, criado pelo Cecafé em 2006 com o intuito de levar inclusão digital para o meio rural, tem continuado sua parceria com a Plataforma Global do Café desde 2015. Em 2017, foram 100 turmas que levaram inclusão digital e conhecimentos de boas práticas agrícolas para mais de 1.220 alunos. Além das aulas, foram promovidos diversos dias de campo, com o objetivo de mostrar, na prática, esforços na busca pela produção de café cada vez mais sustentável, com o aumento da produtividade e ampliação da aplicação de pesquisa, tecnologia e melhorias no campo.

O Cecafé também criou o portal próprio do Programa – http://www.produtorinformado.com.br/ – no qual é possível conferir os dados e resultados alcançados, além de conter detalhes das instituições parceiras, funcionando como um sistema de organização para os instrutores e para os administradores. Dessa forma, o Cecafé ganhou eficiência nos controles e obteve indicadores de desempenho dos produtores treinados, o que permite análises mais detalhadas do Programa, sempre buscando melhoria contínua e eficiência. Desde o início do Programa foram formados cerca de 5 mil produtores, sendo mais de 2.806 inscritos no sistema de controle criado em 2016.

As parcerias de sucesso com a Plataforma Global do Café. Emater/MG, Incaper, Emater/RO, IFES, Fundação Hanns Neumann, Cooxupé, Via Verde, Exportadora Guaxupé, Cocapec, Union Trade/ Icona, Ascarive e Cooabriel, presente em 111 municípios, continuam fazendo com que o programa seja referência e alcance os resultados esperados nos quatro principais estados produtores (MG, ES, SP e RO). Novas parcerias são esperadas e novos formatos de ações serão englobadas no novo Planejamento Estratégico, com o intuito de tornar o programa cada vez melhor.

 

IDEXCafé e Relatório de Sustentabilidade do Setor Exportador

Em 2018, o CECAFÉ oficializou o lançamento do IDEXCafé – Indicadores de Desempenho do Setor Exportador de Café Verde do Brasil.

O IDEXCafé tem como objetivo monitorar e promover as diversas ações de Responsabilidade Social e Sustentabilidade no âmbito do comércio exportador de café. Para tanto, a equipe de Tecnologia da Informação do CECAFÉ desenvolveu um Sistema com vistas à segurança e sigilo das informações, buscando a divulgação de dados consolidados do setor exportador.

Destaca-se que os resultados, a serem apresentados sempre de forma consolidada refletindo estritamente o setor exportador de café, contribuirão para uma ampla avaliação e divulgação das ações do nosso setor em relação à Responsabilidade Social e Sustentabilidade.

A partir da consolidação do IDEXCafé e dos Indicadores de Desempenho dos Programas de Responsabilidade Social e Sustentabilidade do CECAFÉ, será publicado o primeiro Relatório de Sustentabilidade do Setor Exportador de Café Verde do Brasil, buscando o monitoramento e evolução das ações, como referência para o processo de promoção comercial e estratégias de melhoria.

O Relatório mostrará os investimentos sociais privados do setor, a amplitude dos beneficiados pelos Programas, organizações envolvidas, sendo uma ferramenta de marketing para todo o setor exportador, voltado aos mercados interno e externo.

 

Compliance

O CECAFÉ acredita fortemente na sustentabilidade do agronegócio café brasileiro e ao respeito às leis trabalhistas e ambientais, consideradas como uma das mais avançadas e rigorosas do mundo, bem como pela geração de resultados sociais e econômicos consolidados e crescentes.

Neste sentido, os membros associados do CECAFÉ adotam o Código de Ética e Conduta do Setor Exportador desde novembro de 2016. Código busca transferir para sua cadeia de fornecimento os preceitos da ética e compromisso com as normas legais vigentes no país.

Ciente de sua responsabilidade perante a classe exportadora e da crescente relevância de assuntos relacionados, o Conselho Deliberativo aprovou a elaboração do Compliance do CECAFÉ, com a participação dos Conselheiros, associados e equipe interna, objetivando que a reputação e a imagem institucional de todos os seus participantes estejam em conformidade com os princípios éticos e morais, incluindo leis, determinações de órgãos fiscalizadores, normas regulamentadoras, melhores práticas e outras regras a serem seguidas.

O Compliance buscará ampliar a visibilidade dos princípios que orientam a forma de atuar como entidade representativa do comércio exportador de café e a conduta esperada de todos os colaboradores e parceiros estratégicos. Será mais um importante instrumento de governança do CECAFÉ, pois compartilha com os colaboradores, de forma clara e didática, a conduta que é esperada, no dia a dia, de todos os que atuam na entidade, buscando normatizar o aprendizado de anos de práticas de representação institucional do setor exportador.

Como conclusões, não há dúvidas de que os últimos anos apresentaram muitos desafios e que os próximos serão desafiadores para o Brasil, especialmente para o agronegócio e para o setor exportador.

O Cecafé continuará a desenvolver o trabalho em prol da cafeicultura de levar conhecimento aos cafeicultores. Por meio da inclusão digital, da busca por incrementos na produtividade, qualidade e renda, equidade de gênero, empreendedorismo, os produtores serão capacitados para que superem todos os desafios, garantindo uma cafeicultura cada vez mais sustentável.

 

 

Marcos Matos – Diretor Geral do CECAFÉ

2018-07-18T14:03:49+00:00 13 de julho de 2018|Seção: Artigos|

Deixe um comentário