Home / Sustentabilidade / Artigos / As ações de Responsabilidade Social e Sustentabilidade do Cecafé no âmbito da Semana Internacional do Café

As ações de Responsabilidade Social e Sustentabilidade do Cecafé no âmbito da Semana Internacional do Café

Conforme artigo publicado no relatório de outubro de 2018, o Cecafé, com seus parceiros institucionais, esteve presente na Semana Internacional do Café (SIC), realizado em Belo Horizonte. Na oportunidade, a entidade que representa o setor exportador de café verde do Brasil aproveitou a ocasião para intensificar as ações, contando com a presença de associados, bem como de cafeicultores, torrefadores, classificadores, fornecedores, empresários, baristas, proprietários de cafeterias e apreciadores.

Inicialmente, o Cecafé promoveu o estande institucional, objetivando a participação ativa nas relevantes discussões nacionais e globais sobre sustentabilidade e, consequentemente, ampliar e promover seus projetos e programas, estreitando os laços com stakeholders do setor cafeeiro.

Nesse sentido, reafirmando as importantes parcerias com o comércio exportador, instituições de pesquisa e ensino, empresas públicas e privadas, ONGs e associações, o Cecafé é protagonista deste estande multi-stakeholder. A ação protagonista do Cecafé é conjunta com o instituto Inpacto (Instituto Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo), a Plataforma Global do Café, a Fundação Neumann, com o apoio da empresa 3 Corações e da Cooxupé.

 

 

 

 

 

 

 

A Sustentabilidade assumiu papel protagonista durante a Semana Internacional do Café, deixando claro a importância do assunto para o setor cafeeiro. O Cecafé apresentou um stand em parceira com a Fundação Hanns Neumann, Plataforma Global do Café e Instituto InPACTO. O estande recebeu representantes da academia, dos setores públicos e privados, além de produtores, inclusive participantes do Produtor Informado.

O Cecafé esteve representado pelo Presidente do Conselho Deliberativo, Nelson Carvalhaes, pelo Diretor Geral, Marcos Matos, e Lilian Vendrametto, Gestora de Sustentabilidade.

Reunião entre membros da P. Global do Café e Institutos de Pesquisa

Na reunião foram apresentados dados gerais sobre a GCP, histórico de atividades desenvolvidas e planos futuros. Como introdução foi utilizada a metodologia PBL apresentada para a geração de motivação entre stakeholders. A EMATER-MG participou ativamente das discussões mostrando casos de sucesso em regiões onde as Boas Práticas Agrícolas foram apresentadas.

Agrochemical Project Workshop/Meeting

Na reunião/workshop sobre o projeto Uso correto de agroquímicos estiveram presentes todas as instituições parceiras e implementadoras: Atlântica, Basf, CATI, Cocapec, Comexim, Coomap, Cooabriel, Cecafé, Ecom, Emater (MG e RO), Exportadora Guaxupé, Fundação Neumann, Incaper, JDE, Keurig, Minasul, Nestle, Olam, Senar, Syngenta, Sindiveg e Volcafe. Foram discutidos os próximos passos, bem como apresentada a ferramenta Problem based Learning, como metodologia para aprendizagem. Os principais focos do trabalho são: a aplicação correta de agroquímicos (tecnologia de aplicação), o manejo integrado de pragas e doenças e armazenamento seguro, entre outros assuntos.

 

Mesa do Café na Semana Internacional do Café

O Projeto Mesa Café é uma iniciativa do InPACTO e da CRS – Catholic Relief Services, com o apoio institucional do Cecafé e GCP. A gestora de sustentabilidade Lilian Vendrametto apresentou o cenário da cafeicultura brasileira e enfatizou os programas e projetos do Cecafé, entre eles a ação educativa, com uma agenda positiva, buscando a consolidação das melhores práticas trabalhistas no campo. Na ocasião, houve intensa participação do público, mostrando a preocupação em relação ao tema e os possíveis impactos negativos em toda a cadeia produtiva brasileira.

Conferência de Sustentabilidade (GCSC)

A Conferência de Sustentabilidade da Plataforma Global do Café contou com a participação de 340 pessoas de 16 países. Diversas apresentações retrataram o cenário global da cafeicultura no Brasil e no mundo, ressaltando as boas iniciativas na área da sustentabilidade.

Na ocasião, o diretor geral do Cecafé Marcos Matos foi o “National Country Representative” das ações de sustentabilidade, ao lado de outros 8 representantes das plataformas da GCP no mundo (Colômbia, Honduras, Nicarágua, Quênia, Tanzânia, Uganda, Vietnã, Indonésia). Destaca-se que cada um dos representantes respondeu a perguntas sobre as parcerias e efetivas iniciativas em prol da sustentabilidade da cafeicultura.

Ainda durante a conferência, a Iniciativa de Membros brasileira sobre o Uso Responsável de Agroquímicos foi lançada oficialmente, com os parceiros representados no palco. A gestora de sustentabilidade do Cecafé Lilian, juntamente com o gerente da GCP no Brasil, apresentou o projeto para o público ressaltando seu caráter inovador e participativo.

 

 

Intercâmbio de Plataformas Nacionais (Platform Exchange)

Nas estações, foi possível conhecer mais do trabalho de cada país dentro da GCP e também conversar com os coordenadores das iniciativas dos países. Houve destaque para Quênia e Honduras, que lançaram recentemente suas plataformas nacionais e estão se desenvolvendo. O progresso está se tornando mais tangível à medida que outros países se movem na direção de onde o Vietnã e o Brasil estão, apresentando resultados muito interessantes.

Assembleia de Membros

Na Assembleia de Membros ocorreu a aprovação da nova estrutura de membros, onde, dois novos membros do conselho foram eleitos: a brasileira Silvia Pizzol, pelo CNC (Conselho Nacional do Café), representando os produtores, e o CEO da Rainforest Alliance, Han de Groot, representando a sociedade civil.

 

 

Field Trip

Após o término da Semana Internacional do Café, as Fazendas Caxambu e Aracaçu em Três Pontas e a cooperativa COOMAP e Sítio RGM, em Paraguaçu no Sul de Minas Gerais foram visitados. A visita contou com a participação de 46 participantes de 15 países e o Cecafé esteve presente como apoiador do evento, colaborando na organização e na demonstração do CSC App para monitorar os Indicadores de Sustentabilidade do Café, além da adoção de práticas sustentáveis por produtores pequenos e grandes na região.

Com o estabelecimento da Responsabilidade Social e Sustentabilidade como um de seus principais pilares, o Cecafé demonstrou durante a SIC 2018 a priorização dos atuais Programas e de uma proposta de trabalho para os próximos anos, com base no fortalecimento de parcerias e a ampliação de ações em prol da sustentabilidade da cafeicultura brasileira.

O Cecafé reconhece os desafios no âmbito da sustentabilidade, os avanços concretos obtidos e entende que a forma de superá-los é por meio da união de forças e expertises, como demonstrado nestas ações da SIC 2018.

 

Marcos Matos – Diretor Geral do CECAFÉ
Lilian Vendrametto – Gestora de Sustentabilidade do CECAFÉ

2018-12-12T16:03:21+00:0012 de dezembro de 2018|Seção: Artigos|

Deixe um comentário